Caminhada pela vida marca posição dos servidores contra retorno ao trabalho presencial

06/08/2020

Servidores do judiciário paulista irão realizar na manhã desta sexta-feira, 7, uma caminhada pela vida para marcar seu posicionamento contrário ao retorno das atividades presenciais nos fóruns.

O ato está marcado para começar às 10 horas na Praça João Mendes, no centro de São Paulo. Dali eles caminharão até a Praça da Sé e em seguida irão até a sede do Judiciário Federal, também na região central.

A manifestação foi definida após diversas Assembleias virtuais realizadas ao longo das últimas semanas. O temor de servidores e entidades de classe é que o retorno às atividades presenciais, definidas pelo TJ-SP por meio do Provimento CSM nº 2.566/20, possa custar a vida de muitos.

Greve Sanitária

Desde o dia 27/08, data marcada para o retorno presencial, os trabalhadores realizam uma Greve Sanitária e seguem trabalhando remotamente. De acordo com o presidente da Apatej, Marcos Leite Penteado, o Marquinhos, o retorno presencial é injustificado visto que o trabalho vem sendo feito com agilidade e excelência, mesmo de maneira remota.

“Entendemos que a decisão do tribunal, de chamar ao trabalho presencial, é equivocada”, diz. “No Estado de São Paulo a doença está longe de ser controlada e o número de mortes e contaminados ainda é muito alto”, continua.

“Colocar os servidores no caminho da doença neste momento – sem a menor necessidade – pode ser a sentença de morte para alguns”, finaliza.