Governo de São Paulo determina retorno de funcionários do Estado ao trabalho presencial

15/07/2021

O governador de São Paulo, João Doria Jr. (PSDB)

Funcionários públicos do Estado de São Paulo que estavam trabalhando em home office por conta da pandemia irão retornar ao trabalho presencial.

A determinação é do governador João Doria Jr. (PSDB). De acordo com o tucano, apenas funcionários com fatores de risco definidos pelo Centro de Vigilância Sanitária da Secretaria da Saúde e que ainda não estiverem imunizados contra a Covid-19 permanecerão trabalhando de casa.

Ainda segundo Doria, todos os protocolos sanitários deverão ser mantidos nesse retorno como uso de álcool em gel, medição de temperatura e uso de máscara de proteção.

“De fato nós suspendemos o home office. Vamos voltar ao trabalho”, declarou durante entrevista coletiva.

Para o governador o Estado de São Paulo está registrando uma redução acentuada do número de casos de Covid-19 e, por isso, o retorno é possível. “A indicação clara da queda do número de casos, da queda de internações e de óbitos, nos permite tomar essa decisão em absoluta segurança”, continuou.

A decisão vale para todos que estejam em condições físicas adequadas, mesmo os que ainda não tomaram a vacina contra a Covid-19.

As secretarias estão publicando no Diário Oficial do Estado resoluções com essa determinação e, por isso, não há uma data específica estabelecida para o retorno ao trabalho presencial. A medida vale para funcionários da administração pública direta e autárquica.

Durante coletiva de imprensa realizada na semana passada Doria já havia anunciado que os profissionais da Educação deveriam retornar ao trabalho presencial integralmente depois de serem imunizados contra a Covid-19.

Imagem: Flickr Governo de São Paulo