Nalini defende auxílio-moradia de mais de R$ 4 mil para juízes comprarem terno, sapato e carro

17/10/2014

Durante participação no Jornal da Cultura nesta quinta-feira, dia 16/10, o presidente do Tribunal da Justiça de São Paulo, José Renato Nalini, respondeu pergunta de um telespectador sobre o auxílio-moradia de R$ 4.300 para juízes.

“..Aparentemente o juiz brasileiro ganha bem, mas precisa pagar plano de saúde, comprar terno, porque todo dia tem que usar um diferente, uma camisa razoável, um sapato decente, tem que ter um carro. É uma pessoa que personifica a soberania, por isso precisa estar apresentável e há muito tempo não ocorre um reajuste do subsídio..”.

Confira a entrevista na íntegra aqui.