Quase 45% dos servidores consideram seus vencimentos inadequados, mostra Censo do Poder Judiciário

06/11/2023

Uma boa parcela dos servidores do Poder Judiciário no Brasil considera seus vencimentos inadequados em relação às atividades que realiza.

É o que mostra o 2º Censo do Poder Judiciário, realizado entre abril e setembro, e com resultados divulgados na última quinta-feira, 26/10, por meio de seminário organizado pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ).

Segundo o Censo, 44,9% dos servidores disseram que a remuneração devia ser melhor.

Sensação de felicidade

O 2º Censo do Poder Judiciário obteve participação de 92.685 mil pessoas, correspondendo a 32,01% do público-alvo. Desse número, 31,4% eram servidores e servidoras, e 40,51% eram magistradas e magistrados.

Sobre a sensação de felicidade em atuar no Poder Judiciário, a pesquisa mostra que o índice entre os servidores aumentou desde a primeira pesquisa, realizada em 2013.

Naquela época 90% dos servidores disseram estar felizes em atuar no Poder Judiciário. Agora o número é de 91,8%.

Já sobre a preferência quanto ao regime de trabalho, 38,7% preferem o trabalho remoto. O teletrabalho abrange atualmente 13,4% dos servidores e 26% atuam de forma híbrida.

O seminário está disponível em vídeo e pode ser conferido na íntegra logo abaixo.