Servidores realizam Assembleia Geral e indicam paralisação parcial no dia 5 de maio

17/04/2023

No último dia 15/04 servidores do judiciário realizaram em São Paulo mais uma Assembleia Geral da Categoria.

O evento contou com a participação de mais de 600 servidores, entre participantes presentes na modalidade remota ou presencial.

A Apatej esteve representada pelo seu presidente Ednaldo Batista, pelo secretário-geral Mario José Mariano, o Marinho, e pelo membro do Conselho Fiscal Sergio Daili.

Durante a Assembleia os servidores avaliaram que o índice divulgado pelo TJ-SP, de 6% de reposição salarial, não é suficiente para repor as perdas. Por isso, os profissionais decidiram que os atos devem continuar, especialmente às quartas-feiras.

Houve ainda um indicativo de paralisação de no mínimo 1 hora no próximo dia 5 de maio em todo o Estado de São Paulo.

Para Ednaldo Batista, é preciso mobilizar as Comarcas que ainda não receberam a visita de nenhuma entidade.

“Precisamos conversar com os servidores. A categoria está muito angustiada com a situação econômica e a falta de perspectivas”, avaliou.

“Há anos o que a gente tem é a reposição da inflação, isso quando tem. E receber apenas a reposição salarial é perder todo ano alguma coisa”, destacou.

Já Marinho, secretário-geral da Apatej, lembrou que a luta pelas perdas é mesmo necessária visto que isso é o que resta aos servidores.

“Foi anunciado mais um auxílio para os magistrados, o auxílio creche. A gente ainda não sabe, mas provavelmente será retroativo. Enquanto isso os servidores querem apenas uma reposição salarial justa”, finalizou.

Os diretores informaram, por fim, que a Apatej irá continuar percorrendo as Comarcas para dialogar com trabalhadores e que a próxima Assembleia Geral da categoria vai ser realizada no dia 06 de maio.