Tribunais têm até o dia 26 para participar da 1ª etapa do Diagnóstico Justiça 4.0

16/05/2023

Do site do CNJ

Começa na segunda-feira, 15, a primeira fase nacional do Diagnóstico Justiça 4.0: Pesquisa sobre o Impacto da Implementação dos Núcleos de Justiça 4.0, Balcão Virtual e Juízo 100% Digital. O estudo é feito pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), no âmbito do Programa Justiça 4.0, a partir da análise dos dados estatísticos existentes no CNJ e de informações coletadas por meio da aplicação de questionários on-line.

O propósito da pesquisa é investigar o pressuposto de que a implementação das políticas tecnológicas do PJ 4.0 gerou a criação de novos fluxos, processos e formas de trabalho no Judiciário, resultando em mais efetividade, eficiência e economicidade da prestação jurisdicional quando comparados com índices mensurados antes dessas implementações. Também faz parte da pesquisa o levantamento de mudanças e práticas adotadas pelos órgãos decorrentes da virtualização do modelo de trabalho no processo jurídico e administrativo dos tribunais. ​

Essa primeira etapa é direcionada à gestão dos tribunais, que irá responder ao questionário de governança, formulário on-line composto por 13 perguntas que mapeiam informações relevantes acerca da adesão dos órgãos às políticas tecnológicas do PJ 4.0, além dos impactos gerados a partir dessa adoção. Conforme ofício enviado pelo CNJ, cada tribunal deverá fornecer uma resposta única, com o intuito de apresentar uma visão geral do órgão, independentemente do número de varas ou seções judiciárias existentes.

A segunda etapa da pesquisa nacional será direcionada a todos os servidores, magistrados e colaboradores dos tribunais e está prevista para junho de 2023.

Imagem: Freepik