Em 1 ano e 5 meses de trabalho remoto TJ-SP produz 44,4 milhões de atos processuais

24/08/2021

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) atingiu a marca de 44,4 milhões de atos processuais produzidos nos 17 meses de pandemia de Covid-19.

O montante, alcançado no dia 15/08 inclui sentenças, acórdãos, decisões e despachos efetuados por magistrados e servidores de todas as unidades judiciais do estado, que atuam presencialmente ou via webconnection. Em toda a Corte paulista, 44.861 usuários distintos utilizaram o sistema, totalizando 10,6 milhões de conexões.

O trabalho remoto teve início Tribunal de Justiça de São Paulo em 16 de março de 2020, como medida de segurança por conta da pandemia da Covid-19. A Corte segue em regime híbrido até 19 de setembro, com uma parte dos servidores e magistrados trabalhando presencialmente e outra em sistema de home office.

O expediente presencial é das 13 às 19 horas e, para as equipes em teletrabalho, está mantida a jornada de oito horas, entre as 9 e 19 horas. Os prazos processuais para os processos físicos correm normalmente, exceto nas comarcas que adotarem lockdown, e o atendimento ao público está funcionando mediante agendamento no portal do TJ-SP. Com informações da assessoria de imprensa do TJ-SP.

Confira a produção de primeiro e segundo graus (de 16/3/20 a 16/8/21):

Primeiro grau:
Despachos = 14.342.922
Decisões Interlocutórias = 22.070.809
Sentenças = 5.167.153

Segundo grau:
Despachos = 1.373.128
Decisões monocráticas = 146.795
Acórdãos = 1.371.228